Jogos ao vivo da Premier League

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quarta, 08 de Junho de 2022 - 10:00

Entenda quando e como utilizar o autoteste para Covid

por Samuel Fernandes | Folhapress

Entenda quando e como utilizar o autoteste para Covid
Foto: Reprodução / CNN

Aprovados para venda no Jogos ao vivo da Premier League no final de janeiro, os autotestes começaram a ser comercializados em um período de alta de casos de Covid-19. Desde então, 32 produtos do tipo foram autorizados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

 

Mesmo que sejam importantes, os autotestes não devem ser considerados como únicos dispositivos para o diagnóstico da Covid-19 porque podem ter um falso negativo. Além disso, parte da população ainda tem dúvida sobre quando optar por outros exames, como o RT-PCR.

 

Abaixo, veja as respostas a essas e a outras dúvidas.

 

O autoteste é a mesma coisa que testes rápidos?

O autoteste e testes rápidos de antígenos utilizam tecnologias parecidas que procuram partes da proteína do Sars-CoV-2 na pessoa suspeita de infecção.

 

No entanto, a Anvisa reitera que os testes rápidos não devem ser utilizados por leigos porque eles podem ter diferenças nas orientações de uso e em como fazer a coleta do material, sendo necessária a atuação de um profissional qualificado.

 

No caso de autotestes, a Anvisa também afirma que é importante observar se o produto foi aprovado --essa informação pode ser consultada no site oficial da agência.

 

Quando o autoteste é recomendado?

O autoteste deve ser utilizado quando alguém teve contato com uma pessoa que recebeu resultado positivo para Covid ou quando uma pessoa sente alguns sintomas comuns da doença, como febre, tosse, dor de garganta e perda do olfato ou paladar.

 

O instrumento, no entanto, não é recomendado para casos em que os sintomas já estão mais críticos. Segundo a Anvisa, em situações em que a pessoa já apresenta sintomas mais graves, como falta de ar ou saturação do oxigênio abaixo de 95%,recomenda-se que procure um serviço de saúde.

 

Para Raquel Stucchi, infectologista e professora da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), o autoteste é um produto para situações em que a pessoa precisa obter rapidamente a resposta de uma suspeita para Covid.

 

"Você tem uma reunião e está na dúvida se está com Covid porque o nariz começou a escorrer. Então, você faz um autoteste. Se ele vier negativo, significa que naquele local a que você vai não estará transmitindo para outras pessoas", exemplifica.

 

Em qual dia, a partir do começo dos sintomas, deve-se fazer o autoteste?

A Anvisa recomenda que o autoteste seja feito entre o 1º e o 7º dia a partir do início dos sintomas. Caso não tenha sintomas, a agência diz que o autoteste deve ser feito a partir do quinto dia de exposição a pessoa que estava infectada pelo Sars-CoV-2.

 

Por outro lado, Stucchi explica que o ideal é que a coleta seja feita entre o terceiro e o quinto dia, principalmente nos vacinados. Isso porque os imunizantes podem dificultar a replicação viral, fazendo com que a pessoa tenha se infectado pelo vírus, mas ainda não haja detecção na região nasal. Por isso, a sensibilidade do autoteste pode demorar um pouco mais.

 

Somente o autoteste é suficiente para o diagnóstico da Covid?

A Anvisa afirma que o autoteste é um instrumento para triagem, a fim de evitar a disseminação do vírus. Assim, quando alguém faz um autoteste com resultado positivo, é possível se isolar rapidamente antes de transmitir a outras pessoas.

 

Para Stucchi, a grande vantagem é o custo dele e o fato de o resultado sair mais rápido. A infectologista, entretanto, ressalta que é necessário refazer novos autotestes caso o resultado do primeiro seja negativo ou procurar outros tipos de diagnósticos para a doença, como o RT-PCR.

 

Lorena Barberia, integrante do Observatório de Covid-19 BR e professora do Departamento de Ciência Política da USP, diz que, no Jogos ao vivo da Premier League, é importante melhorar a orientação da população para repetir a autotestagem.

 

"Muitos governos, quando distribuem os autotestes, falam que é importante continuar testando para acompanhar como está evoluindo", afirma a professora.

 

É possível ter falso negativo com um autoteste?

O autoteste usa uma tecnologia que averigua se proteínas do Sars-CoV-2 estão presentes na região em que se insere o cotonete. Sendo assim, é possível que alguém tenha se infectado, mas o vírus ainda não tenha tido capacidade de se replicar em larga escala.

 

É por isso que o autoteste pode ter um falso negativo. É também por esse motivo que, ao fazer um autoteste com resultado negativo, é necessário repetir pelo menos mais uma vez em até 48 horas para se certificar de que não houve infecção.

 

Mesmo assim, um resultado negativo é útil porque indica que a pessoa está com baixa possibilidade de transmissão. "Um autoteste negativo serve para dizer que, naquele momento, a pessoa até pode ter o vírus, mas está com uma quantidade baixa. Então o risco de transmissão se torna muito pequeno", afirma Stucchi.

 

A infectologista, no entanto, ressalta que a pessoa com sintomas de Covid e com o resultado negativo do autoteste ainda precisa continuar com medidas para evitar a transmissão, como uso de máscaras N95 e isolamento social. Repetir o autoteste também é necessário.

 

Quando devo optar por fazer um exame RT-PCR ou de anticorpo em vez de autoteste?

Diferentemente do autoteste, o RT-PCR tem uma chance menor de ter um resultado falso negativo. Uma das razões é pelo fato de que ele é feito em laboratório e, por isso, tende a ter uma coleta da amostra feita de maneira mais precisa.

 

Como o autoteste é feito em casa, pode ocorrer de a pessoa não coletar o material de maneira adequada, diminuindo a sensibilidade do produto. "A pessoa tem que introduzir o cotonete bem no fundo do nariz. Quando sai uma lágrima, nós falamos que está colhendo no lugar certo", afirma Stucchi.

 

Além disso, é importante observar atentamente às instruções do fabricante do autoteste a fim de coletar de forma adequada a amostra.

 

Outro tipo de teste para Covid são os exames de anticorpos. Eles observam se o organismo da pessoa já desenvolveu uma resposta imune ao Sars-CoV-2. No entanto, esses testes não são recomendados porque ainda não se sabe se anticorpos altos significam uma proteção prolongada para a doença, diz Stucchi.

 

"Um exame de anticorpo só seria útil para saber quantas pessoas já se expuseram ou que já tiveram alguma proteção contra a Covid. Mas ele não é útil para falar se está transmitindo, se está doente e nem para garantir que não vai mais adoecer [porque existem casos de reinfecção]", conclui.

Quarta, 08 de Junho de 2022 - 00:00

Serviço de escuta no metrô atendeu mais de 480 pessoas desde que foi criado

por Bruno Leite

Serviço de escuta no metrô atendeu mais de 480 pessoas desde que foi criado
Foto: Divulgação

Ponto de encontro entre as duas linhas do metrô de Salvador - Lauro de Freitas, a estação Acesso Norte é, desde setembro do ano passado, o local onde os usuários do modal podem encontrar acolhimento emocional.

 

O serviço, ofertado através de uma parceria entre a concessionária que administra o sistema e o Centro de Valorizção da Vida (CVV), é o primeiro no Jogos ao vivo da Premier League e já atendeu mais de 489 pessoas desde que foi criado.

 

Através dele, as pessoas que necessitem do apoio têm, de maneira reservada, plantonistas do CVV à disposição. O atendimento é online e acontece de segunda-feira a sexta-feira, inclusive aos feriados, das 10h às 16h.

 

Além do espaço de escuta, os agentes do sistema metroviário são orientados para que possam agir em situações de emergência e vulnerabilidade emocional que sejam demandados. Diariamente, 330 mil passageiros passam pelas estações do sistema metroviário Salvador.

 

As pessoas que necessitem de acolhimento também podem ter acesso aos voluntários do CVV através de diferentes canais. Por telefone, o centro disponibiliza o número 141. Já no ambiente virtual, os que precisam conversar podem fazê-lo por chat, Skype ou email, por intermédio do site da instituição.

Estudo aponta que após os 60 anos risco de derrame aumenta 14% a cada hora em frente à TV
Foto: Reprodução / Notícias da TV

O risco de derrame aumenta 14% para cada hora em atividades sedentárias, como o tempo gasto na frente da TV, conforme pesquisadores da Universidade Estadual de San Diego, nos Estados Unidos. 

 

De acordo com o portal , no estudo publicado na revista científica JAMA, na última sexta-feira (3), os cientistas monitoraram hábitos de 7.607 americanos com idade média de 63 anos.

 

Para a análise dos dados, o trabalho incluiu dispositivos de rastreamento de movimento posicionados na altura do quadril dos voluntários para saber quando as pessoas se moviam e em que intensidade. Os participantes do estudo também passaram por check-ups de seis em seis meses para avaliações sobre a saúde.

 

Com as informações da pesquisa, os cientistas apontaram que os sedentários que, mal se moviam quando despertos, tinham 44% mais risco de sofrer um Acidente vascular Cerebral (AVC). Para cada hora acima de 13 horas de descanso sem atividade, o risco de derrame aumentava 14%.

 

“O tempo gasto em comportamento sedentário foi interessante porque a maioria dos adultos passa a maior parte do tempo acordado sendo fisicamente inativo. Notavelmente, os participantes com maior tempo sedentário (mais do que 13 horas por dia) tiveram um aumento de 44% no risco de acidente vascular cerebral em comparação com aqueles no tercil mais baixo (menos de 11 horas/dia)”, destacaram os autores.

Terça, 07 de Junho de 2022 - 19:40

Entenda a síndrome rara do padre Fábio de Melo

Entenda a síndrome rara do padre Fábio de Melo
Foto: Reprodução / Instagram

O padre Fábio de Melo revelou em entrevista recente que o motivo do inchaço no seu rosto é a síndrome de Ménière (veja aqui). A fisionomia do religioso repercutiu nas redes sociais após uma aparição no programa Altas Horas, da Rede Globo, o que fez com que os fãs esperassem que o padre teria feito uma harmonização facial. 

 

De acordo com o portal , a síndrome de Ménière é uma doença rara que afeta o ouvido interno, e é caracterizada por episódios frequentes de vertigens, perda de audição e zumbido.

 

A doença pode afetar apenas um dos ouvidos na maioria dos casos, mas a síndrome pode chegar a acometer os dois. Mesmo não possuindo cura, existem tratamentos indicados pelo otorrinolaringologista que podem controlar a doença, como o uso de diuréticos, dieta pobre em sódio e realização de fisioterapia, por exemplo.

 

Os sintomas da síndrome de Ménière podem surgir de forma repentina e durar minutos ou horas.  A intensidade das crises e a frequência variam de uma pessoa para outra. Os principais sintomas são: Vertigens; Tonturas; Perda do equilíbrio; Zumbido; Diminuição ou perda da audição; Sensação de ouvido tampado.

Vigilância Sanitária fiscaliza a venda de produtos juninos em Salvador
Foto: Jefferson Peixoto/Secom

Para garantir que um dos festejos mais celebrados e aguardados pela cidade aconteça de forma segura para os soteropolitanos, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), por meio da Diretoria de Vigilância da Saúde e Vigilância Sanitária de Salvador (Visa), reforça as ações de fiscalização nos principais locais de venda e distribuição dos alimentos típicos dessa época na capital baiana. Nesta semana, a ação é realizada em supermercados e delicatessens.

 

Os agentes verificam produtos à base de milho verde e amendoim, a exemplo da canjica, pamonha, pé de moleque, milho cozido e assado entre outros. Além disso, é feito um trabalho de orientação para comerciantes e consumidores acerca dos principais cuidados necessários na hora de escolher os alimentos típicos do São João.

 

De acordo com a Visa, a orientação é de que é preciso ter atenção às características desses itens para que não aumentem as chances de doenças transmitidas por alimentos (DTAs), através da ingestão ou consumo de água contaminada. Para isso, o consumidor precisa observar se os produtos possuem aparência, consistência, odor e acondicionamento adequados, além de serem servidos em temperatura correta.

 

“São fatores que, em condições ideais, evitam a proliferação de microrganismos, como fungos e bactérias, tanto nos locais de comercialização como nas residências, após a aquisição dos mesmos”, explica a chefe do Setor de Produtos e Estabelecimentos de Interesse à Saúde, Gilane Couto Miranda.

 

Outros aspectos a serem levados em consideração são as condições de higiene dos locais de venda, se os alimentos estão identificados com data de fabricação e validade expostos em etiquetas, além de aspectos de saúde dos vendedores, como uso de uniforme limpo, sapato fechado e cabelos protegidos.

 

É importante frisar que esses profissionais, enquanto manipulam alimentos, não podem ter contato com dinheiro, cigarro e animais, por exemplo. Qualquer irregularidade observada pode ser comunicada aos órgãos de fiscalização, através do Fala Salvador, no telefone 156.

Homem é baleado na testa enquanto pilotava moto, cai do veículo e vai para casa dormir
Foto: Reprodução / G1

Um jovem de 25 anos levou um tiro na testa enquanto pilotava uma moto, caiu do veículo e em seguida foi para a casa dormir. A história inusitada aconteceu no norte do Tocantins e surpreendeu os moradores da pequena cidade de Araguaína. Ele só recebeu atendimento médico quando sua mãe percebeu a lesão na cabeça e ele foi levado ao hospital.

 

O caso aconteceu no sábado (4). De acordo com a Polícia Militar, acionada pela mãe do jovem, ao chegar na casa da família, os agentes encontraram o rapaz sentado em uma cadeira, com um ferimento na testa, de onde escorria algo que parecia ser massa encefálica. Apesar disso, ele estava consciente e lúcido, e contou aos policiais quem havia feito o disparo, mas os militares não encontraram o suspeito.

 

A moto que o jovem conduzia foi encontrada na rua onde ele foi baleado, e, ao lado dela, foram encontrados vestígios de sangue e o projétil que atingiu a vítima. O veículo foi entregue ao pai do rapaz. 

 

De acordo com o neurocirurgião Antônio Sérgio Guimarães, em entrevista ao g1, a lesão na cabeça provocada por arma de fogo pode não ser letal, a depender da área afetada, calibre utilizado, distância, posição do projétil e da vítima no momento do disparo.

 

"É comum, mas também é muita sorte. Se entra em ângulo reto, entra no crânio, mas se a bala entra meio de lado, bate e desvia. Pode ter lesado as partes moles, a pele, e o crânio. Se pega só a parte frontal, a pessoa pode sair andando" , afirmou o especialista.

Ministério da Saúde monitora sete casos suspeitos de varíola dos macacos
Foto: Journal of Veterinary Sciences

O número de casos suspeitos de varíola dos macacos em monitoramento no Jogos ao vivo da Premier League subiu para sete, de acordo com o Ministério da Saúde. O caso mais recente foi notificado pela pasta nesta segunda-feira (6), registrado pela Secretaria de Saúde do estado de São Paulo. 

 

Segundo informações da Agência Jogos ao vivo da Premier League, o país não possui, até o momento, nenhum caso confirmado da doença. Os estados de Santa Catarina, Ceará, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e São Paulo têm um caso suspeito cada um, e outros dois casos são monitorados em Rondônia.

 

O Ministério da Saúde informou ainda que os pacientes estão isolados e em recuperação, sendo monitorados pelas equipes de vigilância em saúde. 

 

“A investigação dos casos está em andamento e será feita coleta para análise laboratorial", destacou a pasta.
 

A Prefeitura de São Paulo informou que o caso notificado na cidade é de uma mulher de 26 anos, que se encontra hospitalizada. Conforme o G1, o prefeito Ricardo Nunes (MDB) disse que a paciente passa bem. Familiares e pessoas que residem próximo à mulher também são acompanhados pela gestão municipal.
 

Terça, 07 de Junho de 2022 - 13:10

Rota Bahia relembra Dia Nacional da Liberdade de Imprensa

Rota Bahia relembra Dia Nacional da Liberdade de Imprensa

O Dia Nacional da Liberdade de Imprensa foi fruto de um grito contra a censura. Em 7 de junho de 1977, mais de três mil jornalistas se uniram em um manifesto contra um ambiente de terror e duras limitações para a divulgação do que ocorria sob o regime militar, à época comandado por Ernesto Geisel. Porém, 45 anos depois, esse grito ainda se mostra necessário, infelizmente.

 

Em um ambiente digital, onde o próprio Bahia Notícias nasceu, também nascem as redes responsáveis por intensificar as chamadas Fake News. Mais do que simples equívocos, elas ganham uma conotação clara de usar uma mentira disfarçada de notícia para atacar algo ou alguém. E a imprensa séria se tornou um dos principais alvos dessa prática.

 

Por isso, se torna cada vez mais necessária a união dos veículos de comunicação para a defesa dos profissionais que trabalham de forma séria e comprometida. A imprensa tem um papel fundamental para a cobrança de respostas do poder público, em todos os seus níveis. E se a liberdade da atuação de jornalistas é importante a todo momento, em um ano de eleição se torna ainda mais relevante, pois pode ajudar ou prejudicar o rumo da própria nação.

 

Neste 7 de junho, o ROTA BAHIA marca um momento de união que jamais existiu na imprensa baiana. Dez sites, nas regiões mais importantes do estado, imbuídos em ajudar uns aos outros, pra que todos possam crescer e chegar ainda mais longe, sempre respeitando a verdade e os leitores. Assim, se muitas vezes a sociedade não tem voz para cobrar respostas, só a defesa da liberdade editorial responsável pode fazer as perguntas que precisam ser feitas.

 

Bahia Notícias

Achei Sudoeste

Acorda Cidade

Blog do Anderson

Blog do Valente

Blog Marcos Frahm

Calila Notícias

Políticos do Sul da Bahia

Radar64

RedeGN

Pesquisa testa uso do leite materno para tratar Covid em quadro de imunodeficiência grave
Foto: Elza Fiúza/Agência Jogos ao vivo da Premier League

Pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) recorreram a um método nada convencional para tratar a Covid-19 em uma paciente com uma doença genética rara que torna seu sistema imune incapaz de combater vírus e outros patógenos. 

 

Durante uma semana, ela foi orientada a ingerir 30 mililitros de leite materno – de uma doadora vacinada contra o SARS-CoV-2 – a cada três horas. Após esse período, o resultado do teste de RT-PCR – que há mais de 120 dias vinha indicando a presença do RNA viral – finalmente veio negativo.

 

 

O caso foi relatado em artigo publicado na revista Viruses. “Tenho acompanhado essa paciente desde criança e quando ela me contou que estava com COVID-19 eu fiquei muito apreensiva. O erro inato da imunidade que ela apresenta deixa seu sistema de defesa todo desregulado. Sua resposta inflamatória é deficitária, há poucas células se mobilizando para o local da inflamação e baixa produção de anticorpos. As características de virulência dos agentes infeciosos podem levar a dois desfechos nesses casos: infecção crônica ou morte”, conta a pediatra Maria Marluce dos Santos Vilela, professora da Faculdade de Ciências Médicas (FCM-Unicamp) e autora principal do artigo.

 

A pesquisadora explica que o sistema imune humano e dos demais mamíferos produz normalmente cinco tipos de anticorpos: as imunoglobulinas IgM, IgG, IgA, IgE e IgD. Portadores dessa doença – conhecida como síndrome de imunodesregulação – geralmente têm pouco IgE e, em alguns casos, ausência completa de IgA, o principal anticorpo neutralizante de vírus e outros patógenos, que costuma estar presente no leite materno, nas secreções respiratórias e gastrintestinais. Além disso, há uma produção muito baixa de IgG, normalmente o anticorpo mais abundante no sangue e responsável por reconhecer e neutralizar antígenos com os quais o organismo já teve contato prévio. Há apenas 157 casos do tipo descritos no mundo, caracterizados em estudo publicado no Journal of Allergy and Clinical Immunology, do qual Vilela é coautora.

 

“Nossa estratégia foi manter a paciente isolada em casa, sob os cuidados da mãe – que monitorou a oxigenação, temperatura corporal e a nutrição. No hospital ela poderia contrair uma infecção bacteriana, o que tornaria o quadro ainda mais grave. E desde o diagnóstico, em março de 2021, nós a acompanhamos periodicamente por vídeo”, conta a médica.

 

Nos primeiros 15 dias de infecção a paciente apresentou febre, perda de apetite e de peso, tosse e indisposição. Mas para surpresa e alívio de Vilela, o pulmão e demais sistemas mantiveram-se inalterados. Passados dois meses, o quadro permanecia o mesmo e o grupo então decidiu testar, em parceria com o Hemocentro da Unicamp, o tratamento com plasma de convalescente, ou seja, a transfusão de anticorpos produzidos por pessoas que haviam se curado da Covid-19, principalmente os do tipo IgG.

 

O procedimento foi feito e promoveu melhora dos sintomas e redução de marcadores inflamatórios no sangue. Mas, após 15 dias, o exame de RT-PCR permanecia positivo e a paciente seguia apresentando sintomas leves e sinais do que os médicos chamam de adinamia, que é uma grande fraqueza muscular associada a processos infecciosos prolongados.

 

“Ficamos receosos de que a infecção se prolongasse por muito tempo, o que a debilitaria ainda mais e aumentaria o risco de contaminar outras pessoas. Nessa mesma época, saíram os resultados de um estudo mostrando que mulheres lactantes imunizadas com a vacina da Pfizer produziam leite com uma quantidade razoável de IgA. Decidimos então fazer a experiência assistencial de reposição de IgA via leite materno”, conta Vilela.

 

A pesquisadora conta que só foi possível fazer o ensaio porque há no país uma legislação rígida que garante a segurança dos bancos de leite. Somente podem doar mulheres saudáveis, com testes negativos para doenças infecciosas como Aids, sífilis e hepatite, entre outras. E o sistema também permite saber se a doadora foi imunizada.

 

“Recomendamos a ela o consumo do leite por via oral, pois o IgA funciona como uma ‘vassoura’, ou seja, vai grudando nos patógenos ao longo de todo o trato gastrointestinal e tudo que é impróprio é eliminado nas fezes. O intervalo de três horas entre as doses – exceto no período noturno – foi pensado para não dar chance de o vírus continuar se replicando”, conta a pediatra.

 

O teste negativou após uma semana e outros dois exames, feitos com intervalos de dez dias cada, também não detectaram a presença do SARS-CoV-2. “E ainda seguimos fazendo testes de RT-PCR para SARS-CoV-2. Nossa preocupação é que, com as novas variantes, ela adquira uma infecção assintomática”, diz a médica.

Terça, 07 de Junho de 2022 - 12:20

Estoque de medicamentos em baixa gera novo alerta de entidades ao Ministério da Saúde

por Raquel Lopes | Folhapress

Estoque de medicamentos em baixa gera novo alerta de entidades ao Ministério da Saúde
Foto: Bahia Notícias

Entidades médicas enviaram ao Ministério da Saúde um novo alerta sobre o baixo estoque de cinco medicamentos de uso hospitalar e pré-hospitalar. As associações que assinam o documento pedem que a pasta ajude na regulação do mercado.
 

Em abril, a Folha já tinha mostrado que a pasta estava recebendo alertas de baixo estoque de dipirona injetável em municípios e unidades hospitalares.
 

Os avisos formais naquele mês haviam sido feitos pelo Conasems (Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde) e por seis entidades médicas.
 

"Ratificamos nosso pedido, de solicitar respeitosamente, que sejam adotadas ações coordenadas no sentido de contribuir com a regularidade da comercialização dos medicamentos, tendo em vista todas as implicações e prejuízos clínicos que a ruptura de estoque pode ocasionar", disse as entidades.
 

Assinam a nota a Amib (Associação de Medicina Intensiva Jogos ao vivo da Premier Leagueeira) , ISMP (Instituto para Práticas Seguras no Uso de Medicamentos), Rebraensp (Rede Jogos ao vivo da Premier Leagueeira de Enfermagem e Segurança do Paciente), SBA (Sociedade Jogos ao vivo da Premier Leagueeira de Anestesiologia), SBRAFH (Sociedade Jogos ao vivo da Premier Leagueeira de Farmácia Hospitalar e Serviços de Saúde), Sobrasp (Sociedade Jogos ao vivo da Premier Leagueeira para a Qualidade do Cuidado e Segurança do Paciente).
 

Erika Facundes, presidente do departamento de farmácia da Amib, disse que já há unidades hospitalares --em Pernambuco, por exemplo--, com falta de medicamentos. Os remédios que constam na lista são dipirona, neostigmina, atropina, amicacina e ocitocina. Todos são injetáveis.
 

"A justificativa da indústria foi a redução da margem de lucro, argumentando que não é mais viável produzir o medicamento. O mercado está desabastecido e estamos com dificuldade de comprar", disse.
 

Mauro Junqueira, secretário-executivo do Conasems, disse que as licitações continuam desertas.
 

"Nós deixamos claro [Ministério da Saúde] que não queremos dinheiro porque a responsabilidade de compra é nossa, do hospital e do município. Pedimos apoio porque não conseguimos comprar, não tem no mercado, não está disponível. Aí precisa da regulação do Ministério da Saúde", disse.
 

O Ministério da Saúde, por meio de nota, não disse o que faria para regular o mercado.
 

A pasta disse apenas que trabalha, em conjunto com Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), conselhos municipais e estaduais de saúde e representantes das indústrias farmacêuticas para verificar as causas e articular ações emergenciais para mitigar o desabastecimento dos medicamentos no país.
 

No Jogos ao vivo da Premier League, os preços são regulados pela CMED (Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos), que põe o valor limite pelo qual um medicamento pode ser comercializado.
 

Uma resolução da CMED, publicada no Diário Oficial, no dia 1º de junho, sinaliza que o problema pode começar a ser resolvido nos próximos dias.
 

O Comitê Técnico-Executivo ficará responsável por elaborar uma lista com os remédios com risco de desabastecimento. A intenção é liberar o ajuste de preço temporariamente desses medicamentos. O texto entra em vigor dez dias após a publicação.

Terça, 07 de Junho de 2022 - 10:20

Bahia relata dificuldades na compra de dipirona e neostigmine injetáveis

por Bruno Leite

Bahia relata dificuldades na compra de dipirona e neostigmine injetáveis
Foto: Reprodução/Rede Globo

A Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) relatou, nesta terça-feira (7), uma dificuldade na compra de dois medicamentos injetáveis: o dipirona e o neostigmine. De acordo com a pasta, "alguns processos licitatórios foram considerados fracassados" para a aquisição dos fármacos.

 

Ambos os remédios estão em uma relação de cinco medicamentos de uso hospitalar e pré-hospitalar que estão em falta no mercado, segundo entidades médicas (veja aqui). A lista inclui também a atropina, a amicacina e a ocitocina.

 

Para evitar o desabastecimento na Bahia, houve, conforme explicou a Sesab, a compra centralizada do dipirona e do neostigmine. "Quanto aos demais medicamentos, não há problemas de abastecimento", acrescentou a secretaria através de nota. 

 

Em matéria publicada na Folha nesta terça, insituições de todo o país reforçaram o alerta de baixo estoque dos itens. Um documento foi enviado ao Ministério da Saúde pedindo que o governo regule a compra e a venda.

 

Assinam a nota a Amib (Associação de Medicina Intensiva Jogos ao vivo da Premier Leagueeira) , ISMP (Instituto para Práticas Seguras no Uso de Medicamentos), Rebraensp (Rede Jogos ao vivo da Premier Leagueeira de Enfermagem e Segurança do Paciente), SBA (Sociedade Jogos ao vivo da Premier Leagueeira de Anestesiologia), SBRAFH (Sociedade Jogos ao vivo da Premier Leagueeira de Farmácia Hospitalar e Serviços de Saúde), Sobrasp (Sociedade Jogos ao vivo da Premier Leagueeira para a Qualidade do Cuidado e Segurança do Paciente).

 

A publicação alega que desde abril a gestão de Marcelo Queiroga recebe comunicados sobre a pouca disponibilidade da dipirona em municípios e unidades hospitalares.

 

O Ministério da Saúde indicou que, em conjunto com outras instituições, irá apurar as causas do desabastecimento.

Covid-19: Prefeitura suspende temporariamente aplicação da Pfizer pediátrica em Salvador
Foto: Igor Santos/Secom

A partir desta terça-feira (07), a aplicação da 1ª dose da vacina contra covid-19 em crianças com 05 anos, além dos pequenos de 05 a 11 anos com imunossupressão e 2ª dose da Pfizer pediátrica para os jovens habilitados para imunização complementar estarão suspensas em Salvador. 

 

A medida acontece por conta do baixo estoque do imunizante da Pfizer pediátrica na capital. A Secretaria Municipal da Saúde aguarda o repasse de novas doses por parte do Ministério da Saúde para retomar a estratégia para o público na cidade. 

 

A estratégia de 1ª e 2ª doses para as crianças de 06 a 11 anos (que não têm imunossupressão) segue normalmente com a aplicação do imunizante CoronaVac. 

 

A estratégia contempla o “Liberou Geral” para aplicação da 1ª, 2ª e 3ª doses para indivíduos com 12 anos ou mais, independentemente de ser residente do município, ou seja, mesmo não morando em Salvador ou não tendo tomado as doses aqui, o cidadão será contemplado. O único requisito é ter o cartão SUS vinculado a algum município do estado da Bahia.

 

O interessado deve apresentar OBRIGATORIAMENTE originais e cópias do cartão de vacina, carteira nacional de vacinação digital (CONECTSUS atualizado), documento de identificação com foto e comprovante de residência do município do Estado da Bahia.

 

As unidades seguem ainda com a aplicação da 4ª dose da vacina contra a Covid-19 para idosos com 60 anos ou mais com nome na lista do site da SMS. 

 

Os demais grupos que não estão incluídos na estratégia ‘Liberou Geral’, devem residir em Salvador e ter o nome na lista do site da Secretaria Municipal da Saúde. Amanhã segue ainda a vacinação para crianças de 6 a 11 anos com nome na lista do site da SMS em instituições de ensino da capital baiana.

 

ATENÇÃO: Os indivíduos de 18 anos ou mais, que tomaram a Vacina Janssen, não estão indicados para receber a 3ª dose, pois o esquema de vacinação é Dose única + Dose de Reforço. 

 

Apenas os imunossuprimidos que fizeram o esquema com a Vacina Janssen tem indicação de 3ª dose.

 

1ª E 2ª DOSE PEDIÁTRICA – CRIANÇAS DE 06 A 11 ANOS – COM O NOME NO SITE – 08 ÀS 16 HORAS

Menos as crianças imunossupressas

Postos fixos: USF Lealdina Barros (Vale da Muriçoca), USF Menino Joel (Nordeste de Amaralina), USF Alto das Pombas, USF Garcia, USF Imbuí, USF Vale do Matatu, UBS Manoel Victorino (Brotas), USF Santa Luzia (Engenho Velho de Brotas), UBS Eunísio Teixeira (Saboeiro), USF Arraial do Retiro, USF Saramandaia, USF Cajazeiras V, USF Cajazeiras XI, USF Cajazeiras IV, UBS Péricles Cardoso (Barbalho), USF Gamboa, UBS Ministro Alkimin, USF São José de Baixo, USF Jardim das Margaridas, UBS Orlando Imbassahy (Bairro da Paz), USF Mussurunga I, UBS São Cristóvão, USF Vila Verde, UBS José Mariane (Itapuã), USF Nova Esperança, USF San Martim III, 16º Centro de Saúde do Pau Miúdo, Multicentro Liberdade, USF Gal Costa, USF João Roma Filho (Jardim Nova Esperança), USF Nova Brasília, UBS Castelo Branco, USF São Marcos, USF Pirajá, UBS Frei Benjamin (Valéria), USF Capelinha, UBS Sérgio Arouca (Paripe), USF São Tomé de Paripe, USF São João do Cabrito, USF Colinas de Periperi, USF Alto da Terezinha, USF Fazenda Coutos III, USF Alto de Coutos I, USF Bom Jesus dos Passos, USF Ilha de Maré e USF Paramana.  

 

DOCUMENTOS:

CRIANÇA ACOMPANHADA PELO PAI OU MÃE: Necessário estar com nome no site da SMS e no ato da vacinação apresentar originais e cópias do documento de identificação com foto do pai ou da mãe que estiver presente, original e cópia do documento de identificação da criança, e originais da caderneta de vacina e cartão SUS de Salvador da criança.

CRIANÇA DESACOMPANHADA DO PAI OU DA MÃE: Necessário estar com o nome no site e no ato da vacinação estar acompanhada por outra pessoa maior de 18 anos. Além disso, deverá ser apresentado o Formulário de Vacinação preenchido e assinado pelo genitor da criança (pai ou mãe), cópia do documento de identificação com foto do responsável pela assinatura no documento, mais original e cópia do documento de identificação da criança, além dos originais da caderneta de vacina e do cartão SUS de Salvador da criança. O Formulário de Vacina está disponível para impressão no link: http://www.saude.salvador.ba.gov.br/wp-content/uploads/2022/01/formulario-vacinacao-criancasV6.pdf.

OBSERVAÇÃO: Os casos excepcionais relacionados à falta de apresentação da documentação completa serão tratados individualmente no próprio ato/local da vacinação, como vem ocorrendo desde o início da estratégia.

 

1ª, 2ª, 3ª E 4ª DOSE – PESSOAS COM 12 ANOS OU MAIS - 08 ÀS 16 HORAS

Postos fixos: USF Sabino Silva (Nordeste de Amaralina), Multicentro Amaralina, USF Federação, USF Santa Cruz (08H às 14H30), USF Calabar, USF Curralinho, UBS Mário Andréa (Sete Portas), USF Santa Luzia (Engenho Velho de Brotas), UBS Cosme de Farias, USF Sussuarana, USF Arraial do Retiro, USF Calabetão, USF Resgate, USF Mata Escura, USF Estradas das Barreiras, UBS Engomadeira, CSU Pernambués, UBS Nelson Piauhy Dourado (Águas Claras), USF Cajazeiras X, USF Boca da Mata, USF Yolanda Pires, UBS Ramiro de Azevedo (Campo da Pólvora), USF Terreiro de Jesus, UBS Virgílio de Carvalho (Bonfim), USF Joanes Leste, USF Joanes Centro Oeste, USF São José de Baixo, USF São Cristóvão, USF Alto do Coqueirinho, USF km17 (Itapuã), UBS Eduardo Mamede (Mussurunga), USF Parque São Cristóvão, USF Jardim Campo Verde, USF Coração de Maria, USF Aristides Maltez (São Cristóvão), USF Ceasa I e II, USF Itapuã, USF Santa Mônica, USF San Martin I, USF IAPI, USF San Martim III, USF Cambonas (Via Regional), USF São Marcos, UBS Sete de Abril, USF Dom Avelar, USF Boa Vista de São Caetano, USF Recanto da Lagoa II, USF Antonio Lazzarotto (Plataforma), UBS Péricles Laranjeiras (Fazenda Grande do Retiro), USF Deputado Luiz Braga (Pirajá), USF San Martin II, USF Alto do Peru, USF Alto do Cabrito, USF Vista Alegre, USF Itacaranha, USF Beira Mangue, USF Alto de Coutos II,  USF Plataforma, USF Tubarão, USF Teotônio Vilela II, USF Alto do Cruzeiro, USF Nova Constituinte, USF Alto do Congo, USF Bom Jesus dos Passos, USF Ilha de Maré e USF Paramana. 

 

Confira os aprazamentos para amanhã: 

 

2ª DOSE – Crianças e adolescentes de 06 a 17 anos – que tomaram a primeira dose até o dia 10/05/2022 – Com nome no site – CORONAVAC

 

2ª DOSE CORONAVAC - aprazados até 07/06/2022 – Liberou Geral

 

2ª DOSE JANSSEN - para quem tomou a primeira dose/dose única da Janssen até a data de 06/04/2022 – Com nome no site

 

2ª DOSE OXFORD -  aprazados até 03/07/2022 – Com nome no site

 

2ª DOSE PFIZER – 12 ANOS OU MAIS - aprazados até 03/07/2022 – Liberou Geral

 

2ª DOSE DE GESTANTES E PUÉRPERAS – aprazados até 03/07/2022 – Com nome no site

 

3ª DOSE 12 A 17 ANOS - que tomaram a segunda dose até o dia 06/02/2022 – Com nome no site

 

3ª DOSE 18 ANOS OU MAIS - que tomaram a segunda dose até o dia 06/02/2022 – Liberou Geral

 

3ª DOSE IMUNOSSUPRIMIDOS com 12 anos ou mais que tomaram a segunda dose até o dia 11/04/2022 – PFIZER – com nome no Site

 

3ª DOSE GESTANTE E PUÉRPERA - que tomaram a 2ª dose até o dia 03/01/2022 - Com nome no site

 

4ª dose para pessoas com 12 anos ou mais imunocomprometidas - com nome no site

 

Exigência: o interessado deve ter 12 anos ou mais, já ter tomado as três doses do esquema vacinal, tendo tomado a terceira dose até o dia 06/02/2022. Além disso precisa obrigatoriamente estar com o nome no site da SMS, no link: http://www.saude.salvador.ba.gov.br/servicos/servicos-online/gruposprioritariosvacinacao/. 

 

4ª dose para idosos com 60 anos ou mais com nome no site

 

Exigência: o interessado deve ter 65 anos ou mais, já ter tomado as três doses do esquema vacinal, tendo tomado a terceira dose até o dia 06/02/2022. Além disso precisa obrigatoriamente estar com o nome no site da SMS, no link: http://www.saude.salvador.ba.gov.br/servicos/servicos-online/vacinaquartadose/ .

Segunda, 06 de Junho de 2022 - 14:20

Feira: Maio registrou mais do dobro de casos de Covid de abril, diz prefeitura

por Francis Juliano

Feira: Maio registrou mais do dobro de casos de Covid de abril, diz prefeitura
Foto: Jorge Magalhães / Secom / Feira de Santana

O município de Feira de Santana mais do que dobrou em registro de casos de Covid-18 entre abril e maio. O aumento foi de cerca de 110%, segundo informações da prefeitura nesta segunda-feira (6). Enquanto que em abril, o município registrou 81 casos positivos da doença, em maio foram 170.

 

O número de baixas, porém, foi menor em maio. No quarto mês do ano, morreram mais seis pessoas por conta da Covid-19, e no mês seguinte foram duas. Em relação aos últimos sete dias, a prefeitura informou que houve aumento de 33% comparado às duas semanas anteriores. Na última atualização da secretaria de saúde local, feita na sexta-feira (3), Feira de Santana acumulava 70.119 casos confirmados da doença, com 1.094 óbitos.

 

Conforme o painel epidemiológico da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), a taxa de letalidade em Feira de Santana é de 1,69%. 

 

DOSE DE REFORÇO

A gestão municipal também manifestou preocupação quanto à vacinação na cidade e emitiu alerta devido à baixa procura pela dose de reforço contra o novo coronavírus. Dados da Secretaria Municipal de Saúde de Feira de Santana apontam que 169.791 pessoas ainda não tomaram a terceira dose da vacina.

Saúde não divulga dados sobre Covid-19 na Bahia pelo terceiro dia seguido
Foto: Walterson Rosa/MS

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) não divulga dados sobre a Covid-19 pelo terceiro dia consecutivo. De acordo com a pasta, numa nota divulgada na última sexta-feira (4), uma falha no sistemas e-SUS e SivepGripe, do Ministério da Saúde, impediam a atualização do número de casos.

 

Segundo a pasta, o problema afeta diversos estados brasileiros e já foi reportado pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

 

"Assim que ocorrer o reestabelecimento da conexão com o sistema ministerial, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) disponibilizará para acesso público, a base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus (Covid-19)", informou a Sesab. 

SAJ: Segundo colégio suspende atividades após aumento de casos de Covid-19
Foto: Reprodução / Blog do Valente

Mais uma escola de Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo, teve as atividades suspensas devido ao aumento de casos de Covid-19. Desta vez, o caso envolve o Centro de Apoio Pedagógico Aurélio Pires. Não há informações de quadros graves.

 

Segundo o , parceiro do Bahia Notícias, a informação foi divulgada pelo Núcleo Territorial de Educação do Recôncavo (NTE 21). Devido ao caso, a escola deve passar por desinfecção, e terá as aulas suspensas durante esta semana.

 

Antes do Centro de Apoio Pedagógico Aurélio Pires, o Colégio Estadual Francisco da Conceição Menezes também suspendeu as aulas por conta de casos covid-19 (ver aqui). A unidade voltou às atividades nesta segunda-feira (6).

Covid-19: Salvador inicia aplicação da 3ª dose para adolescentes e 4ª dose para idosos
Foto: Otávio Santos / Secom-PMS

A partir desta segunda-feira (6), das 8h às 16h, a Prefeitura de Salvador iniciará a aplicação de 3ª dose da vacinação contra Covid-19 para adolescentes de 12 a 17 anos, além da 4ª dose para idosos com 60 anos ou mais. Para ter acesso à dose de reforço, os adolescentes devem ter um intervalo de quatro meses do recebimento da 2ª dose, ou seja, estão habilitados aqueles que tomaram até 5 de fevereiro de 2022.

 

Para tomar a 4ª dose, os idosos devem ter recebido a 3ª dose também até o dia 5 de fevereiro de 2022. Ambos os públicos devem estar com o nome na lista do site da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), no endereço www.saude.salvador.ba.gov.br.

 

A imunização também vai realizar, das 8h às 16h, a estratégia “Liberou Geral” para aplicação da 1ª dose em pessoas com 12 anos ou mais, além da 2ª e 3ª dose para indivíduos com 18 anos ou mais, ou seja, mesmo não morando em Salvador ou não tendo tomado as doses anteriores aqui, o cidadão será contemplado. O único requisito é ter o cartão SUS vinculado a algum município do estado da Bahia.

 

O interessado deve apresentar, obrigatoriamente, originais e cópias do cartão de vacina, carteira nacional de vacinação digital (ConectSUS atualizado), documento de identificação com foto e comprovante de residência do município do Estado da Bahia. As unidades seguem ainda com a aplicação da 4ª dose da vacina contra a Covid-19, a partir de agora, com a inclusão de idosos com 60 anos ou mais.

 

Os demais grupos não incluídos na estratégia “Liberou Geral” deve residir em Salvador e ter o nome na lista do site da SMS. Segue ainda a vacinação para crianças de 5 a 11 anos em instituições de ensino da capital baiana.

 

Janssen – Os indivíduos de 18 anos ou mais que tomaram a vacina Janssen não estão indicados para receber a 3ª dose, pois o esquema de vacinação para este imunizante é dose única + dose de reforço. Apenas os imunossuprimidos que fizeram o esquema com a vacina Janssen têm indicação para a 3ª dose.

 

Documentos:

 

Criança ou adolescente acompanhado pelo pai ou mãe: É necessário estar com nome no site da SMS e, no ato da vacinação, apresentar original e cópia do documento de identificação com foto do pai ou da mãe que estiver presente, original e cópia do documento de identificação da criança/adolescente, e originais da caderneta de vacina e Cartão SUS de Salvador da criança/adolescente.

 

Criança ou adolescente desacompanhado do pai ou da mãe: É necessário estar com o nome no site e, no ato da vacinação, estar acompanhada por outra pessoa maior de 18 anos. Além disso, deverá ser apresentado o Formulário de Vacinação preenchido e assinado pelo genitor da criança (pai ou mãe), cópia do documento de identificação com foto do responsável pela assinatura no documento, mais original e cópia do documento de identificação da criança/adolescente, além dos originais da caderneta de vacina e do Cartão SUS de Salvador da criança/adolescente. O Formulário de Vacina está disponível para impressão no site da SMS.

 

Adultos: Deverão apresentar no ato da vacinação o ConectSUS atualizado e documento oficial de identificação com foto.

 

Voluntários de pesquisas e estudos: Para recebimento da 3ª dose, os voluntários de pesquisas e estudos deverão apresentar os documentos citados acima, além de declaração do instituto de pesquisa indicando que estão liberados para 3ª dose, sem prejuízo do prosseguimento do estudo/pesquisa.

 

Gestantes e puérperas: As gestantes devem apresentar, obrigatoriamente, cópia impressa da prescrição médica. As puérperas, além da prescrição médica, devem também apresentar uma cópia da certidão de nascimento do bebê ou Declaração de Nascidos Vivos.

 

Imunossuprimidos - 4ª dose e idosos com 60 anos ou mais: Os interessados devem ter 18 anos ou mais, já ter tomado as três doses do esquema vacinal, tendo tomado a 3ª dose até a data indicada na estratégia.

 

Os casos excepcionais relacionados à falta de apresentação da documentação completa serão tratados individualmente no próprio ato/local da vacinação, como vem ocorrendo desde o início da estratégia.

 

Aprazamentos desta segunda (6):

 

2ª dose – Coronavac: crianças e adolescentes de 6 a 17 anos – que tomaram a primeira dose até o dia 9/5/2022

 

2ª dose – Pfizer pediátrica: crianças 5 a 11 anos – que tomaram a primeira dose até o dia 11/4/2022

 

2ª dose Coronavac: aprazados até 6/6/2022 – liberou geral

 

2ª dose Pfizer: pessoas com 12 anos ou mais aprazadas até 2/7/2022 – liberou geral

 

2ª dose Janssen: para quem tomou a primeira dose/dose única da janssen até a data de 5/4/2022

 

2ª dose Oxford: aprazados até 2/7/2022

 

2ª dose: gestantes e puérperas aprazadas até 2/7/2022

 

3ª dose: pessoas com 18 anos ou mais que tomaram a segunda dose até o dia 5/2/2022 – liberou geral

 

3ª dose – Pfizer: imunossuprimidos com 12 anos ou mais que tomaram a segunda dose até o dia 10/4/2022

 

3ª dose: gestantes e puérperas que tomaram a 2ª dose até o dia 2/1/2022

 

4ª dose: pessoas com 12 anos ou mais imunocomprometidas que tomaram a 3ª dose até dia 5/2/2022

 

4ª dose: idosos com 65 anos ou mais que tomaram a 3ª dose até 5/2/2022

 

Postos:

 

1ª e 2ª doses pediátricas: crianças de 5 a 11 anos (incluindo imunossuprimidas)

 

Postos fixos: USF Lealdina Barros (Vale da Muriçoca), USF Menino Joel (Nordeste de Amaralina), USF Alto das Pombas, USF Garcia, USF Imbuí, USF Vale do Matatu, UBS Manoel Victorino (Brotas), USF Santa Luzia (Engenho Velho de Brotas), UBS Eunísio Teixeira (Saboeiro), USF Arraial do Retiro, USF Saramandaia, USF Cajazeiras V, USF Cajazeiras XI, USF Cajazeiras IV, UBS Péricles Cardoso (Barbalho), USF Gamboa, UBS Ministro Alkimin, USF São José de Baixo, USF Jardim das Margaridas, UBS Orlando Imbassahy (Bairro da Paz), USF Mussurunga I, UBS São Cristóvão, USF Vila Verde, UBS José Mariane (Itapuã), USF Nova Esperança, USF San Martim III, 16º Centro de Saúde do Pau Miúdo, Multicentro Liberdade, USF Gal Costa, USF João Roma Filho (Jardim Nova Esperança), USF Nova Brasília, UBS Castelo Branco, USF São Marcos, USF Pirajá, UBS Frei Benjamin (Valéria), USF Capelinha, UBS Sérgio Arouca (Paripe), USF São Tomé de Paripe, USF São João do Cabrito, USF Colinas de Periperi, USF Alto da Terezinha, USF Fazenda Coutos III, USF Alto de Coutos I, USF Bom Jesus dos Passos, USF Ilha de Maré e USF Paramana. 

 

1ª, 2ª, 3ª e 4ª doses: pessoas com 12 anos ou mais

 

Postos fixos: USF Sabino Silva (Nordeste de Amaralina), Multicentro Amaralina, USF Federação, USF Santa Cruz (8h às 14h30), USF Calabar, USF Parque de Pituaçu, UBS Cesar de Araújo, USF Curralinho, USF Pituaçu, UBS Mário Andréa (Sete Portas), USF Santa Luzia (Engenho Velho de Brotas), UBS Cosme de Farias, USF Sussuarana, USF Arraial do Retiro, USF Calabetão, USF Resgate, USF Mata Escura, USF Estradas das Barreiras, UBS Engomadeira, CSU Pernambués, UBS Nelson Piauhy Dourado (Águas Claras), USF Cajazeiras X, USF Boca da Mata, USF Yolanda Pires, UBS Ramiro de Azevedo (Campo da Pólvora), USF Terreiro de Jesus, UBS Virgílio de Carvalho (Bonfim), USF Joanes Leste, USF Joanes Centro Oeste, USF São José de Baixo, USF São Cristóvão, USF Alto do Coqueirinho, USF km17 (Itapuã), UBS Eduardo Mamede (Mussurunga), USF Parque São Cristóvão, USF Jardim Campo Verde, USF Coração de Maria, USF Aristides Maltez (São Cristóvão), USF Ceasa I e II, USF Itapuã, USF Santa Mônica, USF San Martin I, USF IAPI, USF San Martim III, USF Cambonas (Via Regional), USF São Marcos, UBS Sete de Abril, USF Dom Avelar, USF Boa Vista de São Caetano, USF Recanto da Lagoa II, USF Antonio Lazzarotto (Plataforma), UBS Péricles Laranjeiras (Fazenda Grande do Retiro), USF Deputado Luiz Braga (Pirajá), USF San Martin II, USF Alto do Peru, USF Alto do Cabrito, USF Vista Alegre, USF Itacaranha, USF Beira Mangue, USF Alto de Coutos II, USF Plataforma, USF Tubarão, USF Teotônio Vilela II, USF Alto do Cruzeiro, USF Nova Constituinte, USF Alto do Congo, USF Bom Jesus dos Passos, USF Ilha de Maré e USF Paramana.

Guanambi: Prefeitura retira obrigatoriedade do uso de máscara em espaços fechados
Foto: Lay Amorim / Achei Sudoeste

A prefeitura de Guanambi, no sudoeste do estado, publicou um decreto neste domingo (5) que retira a obrigatoriedade do uso de máscaras em eventos e locais fechados. A utilização do equipamento de proteção era obrigatório devido à pandemia da Covid-19 e foi estabelecida no último dia 30 de maio.  As informações são do portal .

 

A nova medida mantém a obrigatoriedade do uso das máscaras em locais como unidades de saúde, clínicas, unidades de pronto atendimento, farmácias e hospitais.

 

Também continua obrigatório o uso de máscaras nos terminais do aeroporto e da rodoviária, em instituições de ensino público e privado e para pessoas que estão com sintomas gripais ou respiratórios ou que tiveram contato com pacientes que contraíram a Covid-19 recentemente.

 

Já a obrigatoriedade de apresentação da comprovação de vacinação contra a Covid-19 continua valendo no município para ter acesso a locais fechados ou para utilizar serviços de transporte e acessar unidades prisionais ou policiais. A comprovação deverá ocorrer por meio do documento fornecido no momento da imunização ou do Certificado Covid, obtido por meio do aplicativo “Conect SUS” do Ministério da Saúde. Serão exigidas as doses de reforço da vacina para o público alcançado por esta etapa da campanha de imunização.

Hemoba inicia campanha 'Junho Vermelho' para incentivo à doação de sangue
Foto: Divulgação / Hemoba

A Fundação Hemoba iniciou neste sábado (4) a campanha 'Junho Vermelho', que tem como objetivo incentivar e sensibilizar a população sobre a importância da doação de sangue.

Criada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), as ações começaram com o Sabadão Solidário em Salvador, Senhor do Bonfim, Feira de Santana e Jacobina e, na terça-feira (6), com o I Encontro de Captação Hospitalar de Doadores de Sangue, que acontecerá no auditório da sede da Fundação.

Nos dias 07 e 08, a unidade móvel de coleta (Hemóvel) ficará estacionada na Secretaria de Políticas para as Mulheres de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador, para atendimento dos doadores das 8h30 às 16h.

No dia 11, a partir das 8h, a MAIS AÇÕES INTEGRADAS promove o projeto 'Pegue Leve BA' no Parque Costa Azul, em parceria com a Hemoba, que contará com palestra de conscientização sobre a doação de sangue, aulas de boxe e dança e DJ. 

Em 14 de junho, Dia Mundial do Doador de Sangue, estão programados um concurso de traje junino, apresentação da banda Flor de Milho, distribuição de brindes e um lanche especial.

 

O I Encontro de Doadores de Plaquetas ocorrerá no dia 15, no auditório da sede da Hemoba e, no dia 20, a Fundação promove um encontro com pacientes e a equipe multidisciplinar do seu ambulatório. No dia 21, acontecerá o Forró da Solidariedade com a participação do cantor Jay Torres. 

Quase 50% precisaram ajustar orçamento para não perder plano de saúde, aponta pesquisa
Foto: Tânia Rêgo/Agência Jogos ao vivo da Premier League

Levantamento realizado pela Associação Nacional das Administradores de Benefícios (Anab) aponta que 47% dos entrevistados tiveram que ajustar o orçamento em 2021 para não perder o plano de saúde. 


Conforme publicação da Agência Jogos ao vivo da Premier League, entre os que não têm plano de saúde, 83% consideraram que ele é necessário, e o mesmo percentual têm medo de perder o benefício. Dos entrevistados que são usuários exclusivos do Sistema Único de Saúde (SUS), 68% precisaram de algum tipo de atendimento médico em 2021, mas relataram dificuldade no acesso.
 
O presidente da associação e idealizador do estudo, Alessandro Acayaba de Toledo,  a portabilidade é uma das saídas para quem precisa reduzir o custo com o plano de saúde, mas sem perdê-lo. “É direito do beneficiário. O interesse pela portabilidade aumentou 12,5% de acordo com a ANS [Agência Nacional de Saúde]. Em alguns casos, foi possível reduzir em 40% os custos com a saúde”, ressaltou Toledo à Agência. 

 

A pesquisa da Anab foi feita no último mês de abril com 1.012 pessoas, de 16 anos ou mais, responsáveis pelas principais decisões do domicílio.

Campanhas de vacinação contra gripe e sarampo são prorrogadas em Salvador
Foto: Jefferson Peixoto/Secom

As campanhas nacionais de vacinação contra a Influenza e o sarampo foram prorrogadas em Salvador. Com disso, os moradores da capital baiana que fazem parte do público eletivo das estratégias têm até o dia 22 de junho para garantir a imunização. 

 

O objetivo da prorrogação é aumentar as coberturas vacinais nos grupos prioritários, já que o município ainda não atingiu a meta de imunizar pelo menos 90% da população alvo para influenza e 95% para sarampo. 


Todas as 156 salas de vacina instaladas nos postos de saúde da cidade ofertam os imunizantes de segunda a sexta-feira, exceto feriados, das 8h às 17h.


Para vacinar, é preciso levar a carteira de vacinação ou cartão SUS e documento com foto. Os profissionais da saúde devem levar a carteira do órgão onde atua.

 

INFLUENZA
Crianças de seis meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas, povos indígenas, trabalhadores da saúde, idosos com 60 anos e mais, professores das escolas públicas e privadas, pessoas portadoras de doenças crônicas, pessoas com deficiência permanente, profissionais das forças de segurança e salvamento e das forças armadas, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

 

SARAMPO
Crianças de seis meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias) e trabalhadores da saúde.

Covid-19: Testes positivos em farmácias saltam 326% em maio
Foto: Reprodução / Sesab

Os testes positivos para Covid-19 detectados em farmácias do país saltaram 326% durante o mês de maio, a primeira alta desde janeiro. No total, foram registrados 136.117 mil novos casos, um número mais de quatro vezes maior que os 31.981 do mês de abril. Os dados são do levantamento realizado pela Associação Jogos ao vivo da Premier Leagueeira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma).

 

Os registros, obtidos com exclusividade pelo Globo, são os maiores desde fevereiro, quando foram 349.287 diagnósticos com o resultado positivo para a doença nas drogarias brasileiras. O número acende o alerta por demonstrar novamente uma tendência de alta, embora continue distante dos quase um milhão identificados em janeiro.

 

O novo levantamento da Abrafarma aponta ainda que a procura pelos testes de Covid-19 nas farmácias voltou a subir. Desde janeiro até o fim de abril, a associação havia constatado uma queda consistente que chegou a 89,4% na realização dos diagnósticos. Porém, em maio, esse índice aumentou 109% em relação ao mês anterior – de 262.737 para 549.225 testes.

 

A taxa de positividade – percentual dos testes realizados com resultado positivo – também aumentou 104% no último mês – de 12,17%, em abril, para 24,78%, em maio. É o maior índice desde fevereiro, quando 30,51% dos diagnósticos nas farmácias eram positivos para a Covid-19. O maior percentual registrado foi em janeiro, de 39,87%.

 

Os dados da Abrafarma são de testes rápidos realizados até o dia 29 de maio em 4.504 unidades das 26 maiores redes de farmácias do país, reunidos pela associação.

 

Nos laboratórios particulares, esse crescimento da positividade foi ainda maior. De acordo com um levantamento do Instituto Todos pela Saúde (ITpS), a taxa passou de 13%, em abril, para 34,3% em maio — um salto de 163%. A constatação é baseada na análise de 255.426 testes de RT-PCR, considerados mais precisos que os de antígeno, realizados pelos laboratórios Dasa, DB Molecular e HLAGyn.

 

Para os especialistas, a nova subida da Covid-19 no Jogos ao vivo da Premier League é reflexo da subvariante da Ômicron BA.2, prevalente no país segundo o ITpS. Não há evidências de que ela seja mais agressiva que a BA.1 – primeira versão da Ômicron –, porém estudos confirmaram que a sublinhagem é mais transmissível. Há ainda relatos de reinfecção, embora pesquisadores acreditem que a contaminação pela BA.1 ofereça algum tipo de proteção contra a BA.2, ao menos a curto prazo, especialmente para os vacinados.

Dra. Livia Campelo participa de congresso em Paris, na França
Foto: Reprodução/Instagram

A Dra. Livia Campelo, especialista em dermatologia, foi uma das brasileiras selecionadas para participar do IMCAS, o International Master Course on Aging Science, um congresso de estética que reúne profissionais de vários países. Neste ano, o evento aconteceu em Paris, na França. Entre os temas abordados estavam: Dermatologia, Cirurgia Plástica e Ciência do Envelhecimento.

 

O IMCAS teve início na sexta-feira (3) e encerra neste domingo (5). De acordo com a Dra., que atua em clínicas na capital baiana, o congresso convidou 200 profissionais, sendo apenas 12 brasileiros.

 

Siga o  no Instagram e fique de olho nas principais notícias.

Aumenta número de casos suspeitos de varíola dos macacos no Jogos ao vivo da Premier League
Foto: Journal of Veterinary Sciences

O Ministério da Saúde agora monitora seis casos suspeitos de varíola dos macacos no Jogos ao vivo da Premier League, de acordo com o ministro Marcelo Queiroga. Nenhum caso foi confirmado no país até o momento e os suspeitos seguem em isolamento.

 

São dois casos em investigação em Rondônia, um em Mato Grosso do Sul, um no Rio Grande do Sul, um no Ceará e um em Santa Catarina. Em seu perfil no Twitter, Queiroga informou que todos os pacientes estão em monitoramento.

 

“O governo federal segue reforçando a política de testagem para que possamos otimizar a confirmação diagnóstica da doença. Gostaria de trazer tranquilidade para a população brasileira, porque o governo está vigilante e atento. O Jogos ao vivo da Premier League está preparado para atender nossa gente”, escreveu.

 

 

 

Ministério da Saúde amplia quarta dose para pessoas acima de 50 anos
Foto: Tomaz Silva/Agência Jogos ao vivo da Premier League

O Ministério da Saúde publicou neste sábado (4), duas notas técnicas que ampliam a aplicação da quarta dose para pessoas a partir de 50 anos de idade. Agora, trabalhadores da saúde de todas as idades também podem tomar a segunda dose de reforço da vacina contra a covid-19 em todo Jogos ao vivo da Premier League. 

 

Anunciada na quinta-feira (2) pelo ministro Marcelo Queiroga, a medida foi oficializada hoje. A recomendação vale para quem tomou a primeira dose de reforço há pelo menos quatro meses. As informações são da Agência Jogos ao vivo da Premier League. 

 

Em nota, o Ministério da Saúde informou que as notas técnicas consideram a necessidade de reforçar a imunização nessa faixa etária e para os trabalhadores que estão na linha de frente dos serviços de saúde, com maior risco de contaminação. As vacinas da Pfizer, Janssen e AstraZeneca podem ser usadas, independentemente da dose aplicada anteriormente.

 

A pasta destacou que a combinação de vacinas diferentes para a dose de reforço tem se revelado eficiente em aumentar a imunização. “Uma pesquisa feita pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, encomendada pelo Ministério da Saúde, mostrou que a combinação heteróloga para a dose de reforço, ou seja, de vacinas diferentes, é mais eficaz”.

 

“Os resultados mostraram ainda que a dose de reforço pode aumentar em até 100 vezes a produção de anticorpos contra a covid-19. Até agora, mais de 4,5 milhões de brasileiros tomaram a segunda dose de reforço”, ressaltou o comunicado.

 

Orientações

 

O Ministério da Saúde pediu que estados e municípios sigam as orientações da pasta para a campanha nacional de vacinação contra a covid-19. Segundo a pasta, a distribuição das doses é feita de forma equânime e proporcional em todo o país, conforme a necessidade de cada unidade federativa.

 

Até agora, informou o ministério, o governo federal distribuiu quase 500 milhões de doses em todo o Jogos ao vivo da Premier League, garantindo a proteção de 77% da população com as duas doses. Mais de 85,9 milhões de pessoas tomaram a primeira dose de reforço.

Em apoio ao Dia Nacional do Teste do Pezinho, Arena Fonte Nova terá iluminação lilás
Foto: Ulisses Dumas

Na segunda-feira (6), data em que é comemorado o Dia Nacional do Teste do Pezinho, a Arena Fonte Nova vai ganhar uma iluminação especial. Com luzes em tons de lilás, em mais um ano de parceria com a Apae Salvador na campanha “Junho Lilás”, o movimento tem o objetivo de trazer informações para a população sobre a importância da realização da triagem neonatal. Essa campanha foi lançada em 2017 para estimular a realização do exame que possibilita identificar várias doenças raras nos recém-nascidos.

 

Segundo a coordenadora de Comunicação e Responsabilidade Social da Arena Fonte Nova, Thaise Muniz, para a Arena é muito gratificante apoiar e dar visibilidade para a campanha que é realizada em todo país. “Essa é uma pauta muito relevante trazida pela Apae Salvador e com essa ação reiteramos nosso compromisso de responsabilidade social com as entidades e a sociedade”, conta. 

 

Siga o  no Instagram e fique de olho nas principais notícias.

Castramóvel de Salvador realiza atendimentos no Parque da Cidade a partir de segunda
Foto: Divulgação

O Castramóvel, serviço itinerante de castração de cães e gatos, iniciará, na próxima segunda-feira (6), os atendimentos à população do bairro do Itaigara e adjacências, em Salvador. O equipamento fará acolhimentos no estacionamento do Parque da Cidade, localizado na Avenida ACM.

 

Em média, o Castramóvel costuma realizar cerca de 30 procedimentos por dia. Desse total, 10 são ofertados para marcação presencial, de segunda a sexta, das 8h às 10h. As demais vagas podem ser agendadas no e-mail [email protected] ou presencialmente nos postos de saúde da rede municipal. Basta enviar RG e CPF do tutor, comprovante de residência de Salvador, cartão do SUS e cartão de vacina antirrábica do animal atualizada.

 

No dia agendado, é realizada a triagem do animal e, caso esteja tudo em ordem com a saúde, a castração é feita em seguida.

 

Um outro Castramóvel permanece estacionado no Centro Social Urbano (CSU) de Pernambués.

 

“A castração é um procedimento que beneficia a saúde do pet. Ele prolonga a vida do animal e faz o controle populacional. Previne doenças como tumores, a exemplo do câncer de mama nas cadelas ou gatas. A intervenção diminui também a demarcação de território e, em muitos casos, reduz a agressividade do animal”, explicou Michele Holanda, diretora de Proteção Animal da Secretaria Municipal da Saúde (SMS).

Sábado, 04 de Junho de 2022 - 00:00

Limpar o ouvido com cotonete é errado e pode levar a surdez, alerta médico

por Alexandre Brochado

Limpar o ouvido com cotonete é errado e pode levar a surdez, alerta médico
Foto: Freepik

A limpeza constante e inadequada dos ouvidos pode trazer sérios riscos à saúde auditiva, como infecção e surdez. Ao Bahia Notícias, o otorrino e professor da UniFTC, Gabriel Bijos, explicou que ao remover a cera do ouvido deixamos o local mais propenso a infecções, como a otite.   

 

“A nossa cera possui na formação dela óleo, por isso ela é cera, mas ela possui também antibióticos naturais do nosso próprio organismo e anticorpos. Quando nós removemos a cera, estamos deixando propenso a ter infecção, por isso dentro do buraquinho do ouvido nós não devemos mexer. O nosso buraquinho do ouvido lá no fundo tem o tímpano, entre o tímpano e fora da cabeça e orelha existe mais ou menos 2,5 cm. A parte de dentro é 100% estéril, e para fora é onde se produz a cera”, destacou o especialista. 

 

O médico alertou ainda que os cotonetes não devem ser utilizados e que a higienização caseira deve ser feita até onde o dedo alcançar, utilizando uma toalha enrolada. Mais do que isso, não é recomendado fazer a limpeza.

 

“Quem nada muito tem risco de ter otite externa, essa pessoa que nada muito precisa da cera para ter proteção, e quando remove ela tem mais risco de ter infecção. Mesmo quem não nada precisa da cera para se proteger, não tendo a cera está propenso a ter uma infecção. Outra coisa que pode acontecer sem ser a infecção, é porque você tendo uma bola de cera maior, você limpando pode acabar empurrando ela gradativamente para perto do tímpano, até o momento que entope o ouvido e você deixa de escutar, não definitivamente, mas causa uma surdez transitória que também precisa ser tratada”, apontou Gabriel.

 

Além das doenças que podem sendo resultado da higienização inadequada, usar uma coisa mais rígida, como uma chave, um cotonete ou um palito de dente, pode traumatizar o tímpano, e ao traumatizar pode ter perdas enormes, desde de uma simples perfuração até um surdez completa. 

 

Para as pessoas que se incomodam com a limpeza do local, o especialista indica que a higienização seja feita no consultório a cada de 3 a 5 meses, que é um prazo razoável para fazer essa remoção. Essa remoção normalmente é feita com lavagem ou medicação, mas existem outras várias formas de ser feita. “Em relação a quem se incomoda, é porque estimulou a produzir mais fazendo a limpeza. Normalmente, quando paramos de cutucar o ouvido ele entra em um equilíbrio e para de produzir em excesso”, informou o médico. 

 

Em relação aos produtos que podem ser utilizados em casa para as limpezas, Gabriel orienta que o próprio otorrino faça a prescrição, pois é preciso ter certeza que a membrana do tímpano está íntegra antes de usar qualquer tipo de medicação. De acordo com o profissional, para alguns nadadores é recomendado que pinguem álcool no ouvido, mas apenas se tiver certeza de que não há perfuração ou lesão no tímpano. Logo, “não dá para recomendar para todo mundo sem um exame físico anterior”. 

Acesse a coluna Saúde para se informar sobre doenças, bem-estar, sexo e muito mais

Diante da pandemia de Covid-19, se informar com qualidade tornou-se ainda mais importante. A coluna Saúde do Bahia Notícias deixa o leitor atualizado sobre essa doença que afetou o mundo inteiro e também sobre outras patologias, bem-estar, sexo e muito mais. 

 

Nas últimas semanas, eclodiu um surto de varíola dos macacos, que vem gerando preocupação nas autoridades mundiais. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, os casos registrados até agora podem ser apenas a "ponta do iceberg"

 

A doença é transmitida através do contato íntimo e duradouro, mas somente a camisinha não é capaz de preveni-la

 

A Bahia, até o momento, não registrou casos da infecção. Contudo, a Secretaria da Saúde do Estado já vem fazendo recomendações para evitar a contaminação

 

Enquanto isso, os leitores seguem preocupados com a Covid-19, que apresentou um aumento de casos na última semana. Nesta quinta-feira (2), a Bahia voltou a ter mais de 850 casos ativos da doença. A marca não era alcançada desde o dia 11 de abril deste ano, quando 883 pessoas estavam infectadas. 

 

Na coluna sexo, chamou a atenção a recomendação de pesquisadores sobre o uso terapêutico de vibradores

 

Outros destaques foram a prefeitura encerrando contratos após atrasos de salários na SAMU e os médicos que retiraram 206 pedras dos rins de um paciente.

 

O Bahia Notícias segue monitorando de perto todos esses assuntos para manter o leitor muito bem informado. 

 

Acesse www.acorretoraseguros.com/saude e fique por dentro de tudo! 

Mulher será indenizada em R$ 312 mil pelo Estado da Bahia e Município de Salvador
Foto: Shutterstock

A 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) condenou o Estado e o Município de Salvador a indenizar uma mulher em R$ 312 mil por negligência médica que culminou com a morte do seu marido. A ação foi movida pela Defensoria Pública da Bahia (DP-BA) em nome da assistida.

 

De acordo com a Defensoria, o óbito estava vinculado a um conjunto de descuidos e omissões clínicas praticadas por médicos que, atuando na rede pública, prestaram seu atendimento. A indenização por danos morais foi estipulada em 100 mil reais com acréscimo de 1% de juros de mora ao mês a partir do falecimento do cônjuge da assistida, ocorrido em março de 2009, mais correção monetária desde a sentença. “O caso se aparentava perdido e, no entanto, no segundo grau, a justiça veio”, comentou o defensor público Astolfo Santos Simões, responsável pela ação de apelação.

 

De acordo com a ação, o homem, com 59 anos, caiu e machucou a cabeça, chegando a ficar desacordado por alguns minutos. Sua esposa chamou a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para prestar assistência. Houve considerável demora entre o recebimento da ocorrência e a partida da ambulância.
 

Além disso, apesar do caso ter sido sinalizado como de risco amarelo (gravidade moderada), não houve o necessário envio de médico(a) no primeiro socorro. Orientada por uma médica reguladora, uma enfermeira apenas ministrou um medicamento anti-hipertensivo. Não houve maior consideração sobre o trauma e foi rejeitada a necessidade de avaliação hospitalar.

 

Uma perita designada pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) para fazer o laudo da morte, analisou o caso e apontou que  “a desvalorização do mecanismo de trauma e a possibilidade de lesões graves clinicamente ocultas podem resultar no pior prognóstico [resultado]”.

 

No dia seguinte à queda e ao primeiro socorro, o paciente foi levado ao Hospital Professor Eládio Lasserre, onde deu entrada e também não recebeu o devido tratamento. O trauma sofrido na cabeça seguiu sendo menosprezado com exames e terapias preconizadas não sendo observadas, conforme apontou perícia do MP/BA. Dois dias depois, o homem foi levado ao Hospital Geral do Estado, onde faleceu pouco após dar entrada na unidade.

 

Na ação de indenização inicial, movida em 2012, o defensor público Bruno Guerra que primeiro atuou no caso, fez observar que o artigo 57 do Código de Ética Médica prevê que é vedado ao médico “deixar de utilizar todos os meios disponíveis de diagnóstico e tratamento a seu alcance em favor do paciente”.         

Sexta, 03 de Junho de 2022 - 13:20

Prefeito descarta, por ora, a obrigatoriedade do uso de máscaras em Salvador

por Bruno Leite

Prefeito descarta, por ora, a obrigatoriedade do uso de máscaras em Salvador
Foto: Bruno Leite / Bahia Notícias

O prefeito Bruno Reis (UB) falou, nesta sexta-feira (3), que o aumento do número de casos da Covid-19 não é o fator determinante para a volta do uso obrigatório de máscaras em Salvador. Apesar da elevação no índice, de acordo com o gestor, não houve um reflexo no número de mortes e internações em decorrência da doença.

 

"Não cogito essa possibilidade. A gente está vendo um aumento do número de casos, mas graças a Deus, graças à vacina, não há nenhuma repercussão no sistema de saúde", indicou, durante uma entrevista coletiva realizada no Palácio Tomé de Souza durante a manhã.

 

Apesar dos novos pacientes com o vírus, segundo ele, a demanda de pacientes nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) não aumentou, assim como o índice de ocupação de leitos de UTI que "continua na casa de 20%". "Estabilizado há muito tempo", constou o prefeito.

 

O cuidado para não dar nenhum passo em direção às medidas restritivas seria para não causar "insegurança neste momento". O cenário futuro pode fazer com que as autoridades avancem neste sentido.

 

"Hoje a prefeitura não cogita nada. Amanhã, os números é que vão confirmar. Sempre nos portamos de forma técnica, vendo a evolução da pandemia", destacou o chefe do Executivo.

 

Bruno ainda comemorou a aplicação da quarta dose para pessoas com idade acima de 50 anos, o êxito judicial através de uma liminar em desfavor do Sindicato dos Servidores da Prefeitura de Salvador (Sindseps) (veja aqui) e ressaltou a importância da vacinação contra a Covid-19 para mitigar os efeitos do coronavírus na população.

Histórico de Conteúdo

| Palpites Copa do Mundo 2022 | | AFUN - Melhor site de apostas esportivas | | AFUN - Melhor site de apostas | | Estrategia blackjack | | Futebol Interior: O maior portal do Poker Online com Dinheiro Real brasileiro! | | AFUN - Melhor site de apostas esportivas | | Poker online Brasil | | Jogar na loteria online | | Jogo do galo | | Apostas Galgos | | Como apostar em futebol | | Melhores Sites de Apostas Esportivas 2022 | | Jogar na loteria online | | Lucros das apostas esportivas | | Poker online Brasil | | CAÇA-NIQUEL | | Brasileiro Série A | | AFUN - Melhor site de apostas | | Apostas Galgos | | Apostando nos lucros da loteria | | AFUN - Melhor site de apostas esportivas | | Apostas Online Brasil | | Jogo da roleta que ganha dinheiro | | Loteria De Animales | | ganhar dinheiro em casa | | Palpites Brasileirão Serie A | | Apostas Esportivas | | Aposta esportiva | | Bingo Absoluto | | la Premier League inglesa |